Second Life


Por: Meire Moreira 

Criado em 2003, pelo americano Philip Rosedale, o Second Life era para ser um mais um jogo virtual em 3D, mas se transformou numa plataforma de negócios sem precedentes. Mais de quatro milhões de pessoas no mundo todo usam o Second life. A estimativa é que até 2008, esse número chegue a oito milhões.

Atualmente o Brasil é o quarto em número de usuários com 300 mil residentes, atrás apenas de Estados Unidos, França e Alemanha.

A propriedade intelectual dentro do Second Life permite aos usuários ganhar dinheiro… de verdade. Empresas de grande porte como a Volkswagen Brasil, IBM e Petrobras realizam negócios, reuniões e treinamento de pessoal dentro desse universo virtual. O próprio presidente mundial da IBM anunciou investimentos de US$10 milhões no Second Life. E fez da maneira mais inusitada possível: dentro do Second Life e na pele do seu avatar, como são chamadas as personagens virtuais.

O mundo acadêmico estuda esse universo para tentar compreender o que faz dele um fenômeno de primeira grandeza.

Ailin Graef, uma alemã de 32 anos entrou no Second Life no começo de 2005 e investiu US$9,95 para comprar uma ilha virtual. O seu avatar Anshe Chung realizou o negócio e abriu uma corretora de imóveis e passou a vender propriedades. O resultado é que ela acumulou US$1 milhão – reais- no Second Life. Sua empresa, a Anshe Chung Studios emprega 30 pessoas de carne e osso na China para construir e vender imóveis dentro do Second Life.

Explore posts in the same categories: Gerais

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: